O que é um Purgador de Vapor?

O purgador de vapor é um dos produtos mais representativos da TLV, mas antes de tudo, o que um purgador de vapor?

O significado literal de um purgador de vapor é claro, algo que faz uma armadilha para o vapor. Eles são chamados assim pois são usados em aplicações onde somente o condensado deve ser descarregado de um espaço preenchido com vapor, sem a possibilidade do vazamento do vapor.

Um ‘purgador de vapor’ é definido pela ANSI da seguinte forma:

purgador de vapor – Válvula autônoma que drena o condensado automaticamente de um invólucro que contenha vapor e que ao mesmo tempo permaneça vedado para o vapor vivo, ou se necessário, que permita que o vapor flua à uma taxa controlada ou estabelecida. A maioria dos purgadores de vapor também passará gases não condensáveis enquanto permanecem vedadas ao vapor vivo.

Os purgadores são um tipo de válvula automática.

Para Qual Finalidade São Instalados os Purgadores de Vapor?

Por que os purgadores de vapor são necessários quando o vapor é usado para aquecimento? O vapor é um gás que é formado quando a água está em temperaturas altas e sob altas pressões, mas quando seu trabalho está finalizado (= forneceu seu calor latente) o vapor se condensa e se torna condensado. Em outras palavras, o condensado não tem a capacidade de fazer o trabalho que o vapor faz. E é por causa disso, seja em uma tubulação de transporte de vapor ou em um trocador de calor, que o condensado deve ser objeto de rápida remoção.

 

 

O Motivo da Necessidade dos Purgadores de Vapor (Exemplo: Chaleira Encamisada)

Por Que Não Usar uma Válvula ‘Normal’?

Alguns de vocês podem estar pensando, ‘Mas não se pode obter o mesmo resultado usando uma válvula se usar um purgador de vapor, se você simplesmente ajustar a abertura da válvula para que a quantidade exata de condensado gerada seja descarregada?’

Isto funciona para um conjunto limitado de condições, mas como o número de condições é extremamente limitado, não é uma solução realista.

O maior problema em ter o grau de abertura da válvula ajustado a uma quantidade fixa é que ela não pode mudar a resposta às variações na quantidade do condensado gerado. A quantidade de condensado gerado não é fixa. No caso dos equipamentos, a quantidade de condensado gerada na partida é diferente da quantidade gerada durante a operação normal, e variações na carga do produto também ocasionam variações na quantidade de condensado gerado. No caso de tubulações de transporte de vapor, a quantidade de condensado gerado pode ser diferente já que as temperaturas externas de ar variam como resultado de chuvas pesadas ou neve.

Se o aparelho não puder responder às variações na carga do condensado, o condensado que deveria ser descarregado irá ao invés disso se acumular dentro do equipamento/tubulação, e ocorrerá o vazamento de vapor que deveria ser evitado.

Quantidade de Abertura de Válvula com Ajuste Fixo ao Invés do Uso de um Purgador de Vapor

Há Diversos Mecanismos Diferentes de Purgadores de Vapor

Vários tipos de mecanismos (princípios de operação) foram desenvolvidos para a descarga automática nos purgadores de vapor, mas entre os mais utilizados no momento estão os que usam a temperatura, os que usam a diferença nas gravidades específicas do condensado e do vapor, e os que usam a mudança de pressão ocasionada pela mudança de temperatura e pela energia cinética. Cada um destes tipos de purgador de vapor tem seus próprios recursos.